terça-feira, 12 de junho de 2018

Pão tigre



Gosto muito do blog da Isabel Zibaia e faço muitas receitas dela.
Um dia à noite estava a ver televisão e vi-a num programa da Cátia Goarmon a fazer pão tigre. Fiquei logo com aquele pão na cabeça e depois fui pesquisar e adaptei à minha maneira.

O que usei:
500 gr de farinha de trigo T65
250 gr de água morna
50 gr de leite
20 gr de fermento fresco de padeiro
20 gr de margarina
15 gr de açúcar
uma colher de chá de sal

75 g de farinha de arroz
1 pitada de sal
10 g de açúcar amarelo
15 ml de óleo
1/2 colher de chá de fermento seco de padeiro
95 ml de água

Como fiz:
Coloquei a água e o leite numa taça e aqueci ligeiramente no micro-ondas. Dissolvi o fermento de padeiro neste líquido e reservei.
Coloquei na kitchenaid a farinha, a margarina amolecida, o açúcar e o sal e juntei o liquido com o fermento.
Liguei na velocidade 4 e deixei durante 10 minutos.
Desliguei, cobri a tigela com um pano e deixei levedar cerca de 1 hora.
No fim dessa hora fiz a cobertura para o pão.
Juntei numa tigela a farinha de arroz com o sal, o açúcar amarelo, o óleo, o fermento de padeiro seco e a água e mexi até ficar sem grumos.
Retirei a massa para cima da bancada e cortei em dois - metade da massa fiz um pão grande com a outra metade bolinhas.
Coloquei num tabuleiro com um tapete de silicone e deixei levedar mais uma vez, cerca de 30 minutos.
Liguei o forno a 240º.
Barrei os pães com a cobertura e levei ao forno a  220º durante +/- 25 minutos.
Gostámos muito deste pão, só achámos um bocadinho doce. Da próxima vez não ponho açúcar na massa.



quarta-feira, 18 de abril de 2018

Cannelloni de salmão





Pratos de forno são um descanso, pelo menos a partir do momento em que se colocam dentro do forno!
A verdade é que lasanhas e cannellonis são pratos trabalhosos e que demoram tempo, mas valem todos os segundos quer para quem come quer para quem ouve "Huuummmmm! Mãe está tão bom! Tens de fazer isto mais vezes!"

O que usei:
150 gr de cebola
30 gr de azeite
200 gr de courgette aos cubos
100 gr de cenoura
200 gr de tomate em pedaços
sal
orégãos
400 gr de salmão
massa de cannellonis q.b.

800 gr de leite
200 gr de natas
90 gr de farinha
50 gr de margarina
sal q.b.
pimenta q.b.
noz-moscada q.b.

Como fiz:
Coloquei na Bimby a cebola e o azeite e liguei 5 seg/vel 5. Refoguei 5 min/ 120º/ vel 1.
Juntei a courgette e a cenoura partidas em cubos pequenos e liguei 5 seg/ vel 5. Juntei o tomate, temperei com sal, pimenta e orégãos e refoguei 10 min/ 120º/ vel 1.
Juntei o salmão e cozinhei 4 min/ 120º/ vel 1. Piquei 2 seg/ vel 5.
Recheei os cannellonis com uma colher de chá (empurrei de um lado e de outro até estarem bem cheios) e coloquei-os num tabuleiro de ir ao forno.
Fiz o bechamel colocando todos os ingredientes no copo que depois liguei a 9 min/ 90º/ vel 4.
Cobri os canellonnis e coloquei no forno até ter uma cor dourada.

Não ponho queijo que cá em casa não se usa - o marido não gosta. Mas coberto de queijo ficará de certo mais saboroso.




segunda-feira, 16 de abril de 2018

Porchetta



Andava à procura de soluções para fazer fiambre em casa e vi, por acaso, um video de Porchetta! Não passou ao lado e fui logo comprar uma manta de entremeada para fazer no fim de semana!
Não me arrependi de todo e quem provou também gostou!

O que usei!
uma manta de entremeada com o courato separado (tinha cerca de 3,5kg)
sal q.b. (3 colheres de chá)
alecrim q.b. (2 ramos frescos, só as folhas)
alho q.b. (1 cabeça inteira grande)
raspa de limão q.b. (2 limões grandes)

Como fiz!
No turbo chefe da tupperware coloquei as folhas do alecrim,  os alhos descascados e a raspa do limão e triturei tudo.
Espalmei a manta de entremeada em cima da bancada e espalhei a misturas das ervas e alhos por cima. Temperei depois com o sal.
Enrolei a carne o mais apertado que consegui. Enrolei depois o courato à volta da carne e prendi com fio de talhante.
Coloquei no espeto do meu forno e liguei o forno a 220º.
Ficou no grill por cerca de 3 horas e meia.
Deixei repousar 10 minutos antes de cortar, mas devia ter repousado mais...
Estava delicioso mesmo. Até me esqueci de tirar fotos. Só fiz este video já a 5 minutos do fim do tempo.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Carne guisada com massa



Desde que comprei a Bimby TM5 que me tenho forçado mais a cozinhar na Bimby.
Apesar de lhe dar imenso uso a minha TM31 não era muito requisitada para fazer o jantar todo, só os acompanhamentos, as sopas, massas e sobremesas.
Agora faço bastantes coisas e todos apreciam - e eu também que normalmente no final do jantar tenho a cozinha arrumada - é só pôr a Bimby na máquina.

O que usei:

120 gr de cebola
2 dentes de alho
30 gr azeite
100 gr tomate pelado
500 gr carne, p/ estufar, cortada em pedaços
360 gr cenoura, cortadas em cubos
50 gr vinho branco
1 colher de sopa de molho de soja
1 cubo de caldo de legumes
1 colher de chá de caldo de legumes
1 colher de chá de sal
800 gr água
350 g esparguete


O que fiz:

Coloquei no copo a cebola, o azeite, os alhos e o tomate e liguei piquei 5 seg/vel 5.
Voltei a ligar 5 min/120º/vel 1.
Juntei a carne, a cenoura cortada em rodelas pequenas, o vinho, o molho de soja, o caldo de legumes e o sal e liguei 15 min/100º/vel colher inversa.
Juntei a água e liguei 10 min/100º/vel colher inversa.
Juntei o esparguete pelo bocal e 10 min/100º/vel colher inversa.

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Caldo de carne




Usava imenso caldo de carne, de galinha e de legumes em cubo... de compra.
Um dia pensei porque é que estou sempre a usar ist e a dizer que não vale a pena fazer em casa? vou fazer e usar do meu, caseiro sem conservantes para além do sal e muito mais saboroso.

O que usei:
300 gr de carne de vaca para guisar partida em cubos pequenos
300 gr de legumes (aipo, tomate, cebola, cenoura e alho)
ervas aromáticas a gosto (coentros, manjericão, orégãos, alecrim)
150 gr de sal grosso
30 gr de vinho tinto
1 folha de louro
1 cravinho

Como fiz:
Coloquei a carne na bimby e liguei 10 seg/vel 7. Retirei e reservei.
Sem limpar o copo coloquei os legumes partidos em pedaços pequenos e as ervas aromáticas e liguei 10 seg/ vel 5.
Juntei  a carne, o vinho, o sal, o louro e o cravinho e liguei 25 min/120º/vel 2.
No fim, troquei o copo de medida pelo cesto e liguei 1 min/ vel 3 5 7.

Ao dia de hoje ainda está ótimo! e deve conservar-se por mais 3 meses pelo menos... se não acabar antes.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Pastéis de massa tenra



Há imenso tempo que queria fazer pastéis de massa tenra, mas nunca tinha calhado.
Um dia para uma festa de aniversário achei que era a data certa para fazer, mas acabámos por comer tudo sem tirar fotografia - eu e as fotografias!
Então repeti a receita, até porque segundo os meus filhos estes pastéis são melhores que os rissóis de carne!

O que usei:
30 gr de margarina
20 gr de azeite
150 gr de cebola
100 gr de cenoura
300 gr de carne de vaca para estufar
10 gr de molho de soja
20 gr de vinho branco
1/2 colher de chá de caldo de carne caseiro
1/2 colher de chá de sal (não usei porque os primeiros achei salgados)
100 gr de leite
40 gr de farinha

50 gr de margarina
20 gr de banha
100 gr de água
250 gr de farinha
1/2 colher de chá de sal

óleo para fritar


Como fiz:
Coloquei a margarina, o azeite, a cebola e a cenoura no copo da Bimby e liguei 5 seg/vel 5.
Baixei os pedaços dos lados do copo e voltei a ligar a Bimby 5 min/ 120º/ vel 1.
Juntei a carne partida em cubos pequenos, o molho de soja, o vinho branco e o caldo de carne (a restante sal também se junta aqui) e liguei 25 min/ 120º/ vel 1.
Triturei 15 seg/ vel 8.
Juntei o leite e a farinha e misturei 20 seg/ vel 3.
Retirei o recheio e reservei no frigorífico (pelo menos 2 horas).

No copo limpo a manteiga e a banha e aqueci 2 min/ 100º/ vel 2.
Juntei a água, a farinha e o sal e liguei 20 seg/ vel 6.
Formei uma bola com a massa e envolvi em película aderente que coloquei no frigorífico (pelo menos 20 minutos). Fiz 2 doses de massa.

Quando passou o tempo de descanso estendi a massa com o rolo e recheei como se fossem rissóis, tentando deixar ar dentro da massa para fazer uma bolsa de ar.
Fritei em óleo abundante alguns e congelei outros.
Rendeu cerca de 60 pastéis não muito grandes.


quarta-feira, 14 de março de 2018

Empadão de fiambre



Às vezes não sei o que fazer de jantar para nós os quatro. Os miúdos refilam com o peixe, mas não se pode comer sempre carne...
Da carne refilam que comem sempre o mesmo - mas se lhes desse sempre hamburgeres ou almôndegas não fazia mal nenhum.
Num dia que não tinha grande paciência para refilisses (e também não tinha nada descongelado) decidi fazer um prato diferente mas com "carne" que todos gostam e no cookidoo descobri este empadão.

O que usei:
800 gr de batata vermelha para fritar descascada
200 gr de cenoura
400 gr de leite
Sal q.b.
40 gr de margarina
Noz moscada q.b.
Pimenta q.b.
250 gr de fiambre cortado em tiras
1 gema de ovo

Como fiz:

No copo com a borboleta coloquei a batata e a cenoura cortadas aos pedaços pequenos.
Juntei o leite e o sal e liguei 30 min/ 90º/ vel colher.
Liguei o forno a 180º.
Retirei a borboleta e juntei os temperos. Liguei para misturar 30 seg/ vel 4.
Coloquei metade do puré numa travessa de forno e juntei o fiambre.
Cobri com o restante puré.
Pincelei com gema de ovo e levei ao forno até dourar.