segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Fish and Chips



O meu irmão mora em Inglaterra e nós já lá fomos algumas vezes.
Uma das coisas que eu gosto é de fish and chips... embora ache estranho comer filetes com batatas fritas!

O que usei:

1 cup de farinha de trigo sem fermento
2 minis
1 colher de sobremesa de fermento
500 gr de bacalhau fresco
1 kg de batatas para fritar
1 lt de óleo
sal q.b.
colorau q.b.
pimenta q.b.
1 pitada de açafrão

Como Fiz:

Temperei  o bacalhau com sal e pimenta e deixei estar cerca de 30 minutos.
Coloquei o óleo numa panela para fritar e aqueci no máximo no fogão.
Cortei as batatas em palitos e fritei-as uma vez até ficarem cozinhadas. Retirei e reservei.
Entretanto bati com uma vara de arames a farinha com a cerveja e o fermento até ficar um polme grosso mas liquido.
Sequei o bacalhau com um guardanapo e mergulhei no polme, sacudi para sair o excesso e fritei no óleo quente.
Reservei o bacalhau e voltei a fritar as batatas, para ficarem mais crocantes.


As batatas apesar de terem sido novamente mergulhadas no óleo que fritou o peixe não ficaram a saber a peixe, mas como fiz tudo numa só panela quando comecei a comer, o peixe já estava frio.
Não é uma comida prática para fazer em casa mas estavam tão bons!!!!


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Cozido à Portuguesa - em forno de lenha!









Sempre que vou a casa da minha avó, seja verão ou inverno, acendo o forno de lenha!
Depois de ter feito pizas e pão ensinaram-me que também se pode fazer cozido à Portuguesa, e foi dos melhores que já comi!

O que usei:
Carne de porco (chispe, orelha, focinho, pernil e bacon)
Carne de vaca
Frango
Enchidos (chouriço de carne, farinheira, chouriço de sangue, morcela...)
Batatas
Couves
Cenoura
Nabo
Feijão manteiga
sal q.b.
louro
cebola
ramo de cheiros (opcional - eu não usei)

Como fiz:
Acendi o forno à tardinha e mantive-o quente.
Arranjei as carnes dentro de caçoilas próprias para assar carne no forno - juntei as carnes de porco com a de vaca. Temperei de sal e cobri de água. Juntei cebola e louro para dar gosto.
Coloquei as caçoilas dentro do forno e lá ficaram toda a noite.
De manhã retirei as carnes e voltei a aquecer o forno.
Retirei as carnes para outro recipiente para usar os caldos para cozer as hortaliças.
Arranjei as hortaliças, asa batatas, as cenouras e os nabos e coloquei dentro das caçoilas com o caldo e acrescentei água até cobrir.
O frango e os enchidos cozi à parte no fogão.
O feijão usei de lata que aqueci no caldo das carnes.

Piza em forno de lenha








A comida em forno de lenha tem outro sabor!
Sempre que posso experimento, mas nem sempre sai bem... não é fácil controlar a temperatura destes fornos.

O que usei:
200 gr água
50 gr azeite
1 colher chá de sal
400 gr farinha
fermento de padeiro fresco (1 pacote)


Como fiz:
Coloquei no copo da Bimby a água, o azeite, o sal e o fermento e liguei 37º/1 min/vel 2. Juntei a farinha e liguei 2min/vel espiga.

Experimentei umas pizas dentro de formas mas queria mesmo era o sabor da lenha na massa por isso tentei fazer diretamente na base do forno.
De verdade não fui eu que as deitei e as tirei do forno, mas foi um jantar partilhado nas tarefas!

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Risotto com ameijoas à Bulhão Pato e ovo escalfado






 Sobraram umas ameijoas à Bulhão Pato de uma mariscada e eu tirei-as das conchas e guardei, para fazer este risotto.


O que usei:
miolo de ameijoa cozido
azeite q.b.
2 dentes de alho
1 folha de louro
sumo de 1/2 limão
50 ml de vinho branco
coentros picados q.b.
150 gr de arroz para risotto
1/2 cebola picada

Como fiz:
Numa frigideira coloquei 4 colheres de sopa de azeite, 2 dentes de alho  e 1 folha de louro.
Deixei aquecer e juntei o miolo de ameijoa cozido. Deixei aquecer e juntei o sumo de limão e o vinho branco, deixei levantar fervura e juntei os coentros. Retirei do lume.
Coloquei um fio de azeite numa panela anti-aderente juntamente com a cebola picada e refoguei. Juntei o arroz e deixei fritar um pouquinho.
Fui juntando água aos poucos até o arroz ficar cozinhado. Juntei as ameijoas e o moho e deixei repousar enquanto escalfava os ovos.
Numa panela com água, sal e vinagre deitei os ovos dentro de um "egg poacher". Deixei cozinhar e retirei.
Para quem gosta servir com queijo parmesão ralado e coentros picados frescos.



sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Biscoitos de chocolate





Comprei um dispara biscoitos à Luisa Alexandra e junto vinham umas receitas dela donde retirei esta.


O que usei:
100 gr de chocolate em pó
100 gr de açúcar
120 gr de margarina
1 ovo
250 gr de farinha
1 colher de chá de fermento

Como fiz:
Coloquei todos os ingredientes no copo da bimby e liguei 30 seg/vel 6. Liguei novamente 2 min/vel espiga.
Liguei o forno a 180º.
Forrei 2 tabuleiros com tapetes de silicone. Coloquei a massa dentro do dispara biscoitos e larguei-os no tapete.
Cozi por 8 minutos, mais ou menos.
Deve ter rendido à volta de 70 biscoitos.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Brunch #2 - Quiche de alheira com espinafres

No Brunch do fim de semana (sem bimby) fiz esta tarte de alheira e espinafres.

O que usei:
1 base de massa quebrada de compra
1 alheira
1 saco de espinafres
1 colher de sopa de alho em pó
4 colheres de sopa de azeite
6 ovos
2 pacotes de natas de culinária
Pimenta q.b.
noz moscada q.b.

Como Fiz:
Fritei a alheira em seco numa frigideira até estar um pouquinho cozinhada. Retirei e reservei
Salteei os espinafres em azeite e alho. Retirei e juntei à alheira.
Estendi a massa quebarad numa tarteira de fundo amovivel e coloquei a alheira e os espinafres.
Bati os ovos com as natas, a pimenta e a noz moscada. (não coloquei sal porque a alheira já tem, mas houve algumas vozes contra a falta de sal!)
espalhei por cima e levei ao forno a 200º por 30 minutos.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Brunch #2 - folhados de salsicha e de queijo e fiambre






Fui de fim de semana a casa da avó e o meu filho queria "pequeno-almoço de hotel"

O que usei:
1 placa de massa folhada de compra
1 lata de salsichas
fiambre
queijofatiado
1 gema de ovo + 1 colher de sopa de água

Como fiz:
Liguei o forno a 200º.
Cortei a placa de massa folhada (retangular) ao meio no sentido longitudinal. Depois cortei em pedaços pequenos, talvez 10 em cada metade.
Nuns enrolei salsichas (que cortei em 3) e noutros coloquei fiambre e queijo.
Pincelei com a gema de ovo batida com 1 colher de água.
Levei ao forno até ficarem grandes e dourados.

As salsichas de churrasco, o bacon, os cogumelos e o tomate cherry foram diretamente ao forno.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Camarão ao alhinho

Para finalizar a mariscada da sapateira e lambujinha fiz um camarão ao alhinho.

O que usei:
800 gr de miolo de camarão descongelado
4 dentes de alho
1 dl de azeite
sal q.b.
piri-piri (opcional)
1 folha de louro

Como fiz:
Descongelei o camarão previamente (debaixo de água corrente).
Numa frigideira anti aderente coloquei o azeite, os alhos esborrachados com casca e o louro e deixei aquecer. Juntei o miolo de camarão e o sal.
Deixei fritar até estarem rosados.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Lambujinhas à Bulhão Pato



No mesmo jantar do post da sapateira comemos umas lambujinhas à Bulhão Pato - o alho azeite e coentros são uma combinação repetida e repetida cá em casa.

O que usei:
1 kg de lambujinhas (pode ser qualquer bivalve)
4 dentes de alho
1 dl de azeite
1/2 molho de coentros picados

50 cl de vinho branco
1 limão para regar com o sumo

Como fiz:
Numa frigideira anti aderente coloquei o azeite e o alho - eu esborracho com casca e tudo! - e deixei aquecer.  Juntei as lambujinhas e deixei abrir - cerca de 4 a 5 minutos para esta quantidade.
Juntei o vinho branco e deixei apurar mais 1 minuto e juntei por fim os coentros. Misturei e retirei do lume. Depois de estarem na travessa espremi o sumo do limão por cima.


sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Recheio de sapateiras

De vez em quando fazemos um jantar de marisco... como vivemos no litoral compramos sempre fresquinho e a um preço bem razoável!
Desta vez comprámos sapateiras, lambujinhas e miolo de camarão congelado.

O que usei:
2 sapateiras
4 ovos cozidos
1/2 frasco pequeno de pickles
4 colheres de sopa de maoinese
1/2 cerveja mini
sal q.b.
1 colher de sobremesa de mostarda
pimenta q.b.

Como fiz:

Cozi as sapateiras em água abundante com sal ( ensinaram-me no viveiro onde costumo comprar que se deve cozer por 1 minuto cada 100gr de sapateira, por isso se cozer 1 sapateira de 1 kg deve ser 10 minutos!)
Cozi os ovos e descasquei-os.
Depois e cozidas as sapateiras arrefeci-as em águas com gelo e abri o corpo para tirar toda a carne interior. Só não ponho a carne das patas.
Coloquei toda a carne da sapateira no copo da bimby e acrescentei todos os outros ingredientes. Liguei 10 seg/vel 7. No final devem ser sempre retificados os temperos de acordo com os gostos pessoais, bem como se precisa de ser mais triturado, pois a consistência depende dos gostos de cada um.
Serve-se com pão ou tostas ou torradas com manteiga.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Filetes de espada preto à madeirense



Cá em casa os filetes mais apreciados são os de peixe-espada preto.
Juntei o facto de ter este filetes e ter visto de relance num blogue esta combinação e fiz assim.

O que usei:
1/2 kg de filetes de peixe-espada preto
1 limão
2 dentes de alho
1 folha de louro
sal q.b.
farinha q.b.
pimenta q.b.
4 ovos
pão ralado q.b.

9 bananas da madeira pequenas - eram as que tinha

Como fiz:
Descongelei os filetes de véspera (ao jantar para o jantar do dia seguinte) e temperei com o sumo do limão, a folha de louro e os dentes de alho.
Num saco de plástico coloquei a farinha, o sal e a pimenta e passei as bananas primeiro - para não ficarem a saber a peixe- depois passei no ovo batido e no fim no pão ralado.
Fritei as bananas em óleo abundante.
Passei depois os filetes na farinha e no ovo e fritei no mesmo óleo das bananas.
Servi com arroz branco.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Das férias!!!

Nas férias fomos dar um passeio até ao centro da Europa.
Estivémos em Praga, Viena e Budapeste.
Devido às horas das refeições nem sempre me lembrei de tirar fotos mas as que tirei vale a pena mostrar.
Num jardim no Castelo de Praga comemos uma massa de espinafres e panados de vitela (prato típico de Viena - Wiener schnitzel) .


 



Em Viena - aliás em toda a Austria e Alemanha - é típico comer joelho de porco, o nosso pernil, por isso foi o que pedimos, juntamente com um entrecosto grelhado. Este prato era para 4 pessoas.


Na Áustria o bolo mais conhecido é o Apfelstrudel. E eu por acaso só ADORO bolos de maça, por isso...


Outro bolo típico da Áustria é o Sackertorte, um bolo inventado pelo dono do hotel Sacher em Viena. É um bolo de chocolate recheado com compota de alperce e coberto com ganache de chocolate.



Fomos ainda a um café Vienense e os bolos falam por si - lindos e bons! No entanto nada têm a ver com a nossa pastelaria.






Em Budapeste fomos a umas piscinas aquecidas e depois estávamos mortos de fome, nada melhor que uns hambúrgueres maravilhosos... duplo queijo, frango com ovo e carne de vaca com cogumelos (este não era bem hambúrguer, era carne de vaca em pedaços frito com cogumelos e cebola...)


 Experimentámos o pequeno almoço húngaro - salada, enchidos vários, queijo de barra com paprika e foie gras- descobri que a Hungria é a 2º maior produtora de foie gras do mundo e que a paprika é oriunda de lá. eu comprei um pacotinho.